O aconselhamento pré-natal é a avaliação do médico obstetra, na qual são observados o desenvolvimento do feto e a saúde da mãe. Esse acompanhamento envolve o diagnóstico de eventuais enfermidades e a orientação correta à gestante.

São registradas informações importantes para a saúde do bebê e da gestante. Veja quais são anotadas:

– Data da última menstruação (DUM);
– Data provável do parto (DPP);
– Número de semanas de gestação;
– Frequência cardíaca do bebê;
– Altura uterina;
– Tipo sanguíneo e fator RH;
– Presença ou não de inchaço;
– Resultado de exames de rotina e outros;
– Medicamentos receitados;
– Vacinas aplicadas.

As consultas do pré-natal devem seguir uma periodicidade. Geralmente, a visita ao médico deverá ser mensal até o sétimo mês de gestação. Depois da trigésima semana, a consulta é indicada a cada quinze dias e, no último mês de gravidez, recomenda-se que seja realizada semanalmente.

Essa periodicidade pode variar de acordo com a saúde da paciente e com as orientações médicas.

Fonte: CARE, Providing Prenatal. Evidence-based prenatal care: Part I. General prenatal care and counseling issues. Am Fam Physician, v. 71, n. 7, p. 1307-1316, 2005.
Adaptação: Redação CDD

Compartilhe!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email