Por Valéria Rezende

Dia 1º de outubro é comemorado do Dia de Conscientização da Urticária. A urticária é uma doença que afeta muitas pessoas, e existem vários tipos. Entender que existe tipos diferentes de urticária é muito importante porque isso esclarece o que esperar do caminho.
Para você tratar corretamente sua urticária, você primeiro precisa do diagnóstico de qual urticária você tem para, a partir disso, controlar bem os sintomas.

Nesse dia quero trazer uma luz à um assunto que me chateia: muitas pessoas estão convivendo com urticária agora mesmo e nem sabem ao certo qual o tipo é. São pessoas que estão vivendo a agonia dos sintomas, sem poder nem mesmo nomear sua doença. Isso é um problema que pode ser vencido com a informação.

Espalhar conteúdos de confiança sobre a urticária, seus tipos e diagnóstico ajuda pessoas que estão enfrentando dúvida agora mesmo.

Um dos tipos de urticária que gostaria de destacar é a UCE, Urticária Crônica Espontânea, que não é causada por nenhum fator externo. É o tipo de urticária que eu tenho. Meu caminho para encontrar informação sobre a doença foi muito extenso, foram 3000 dias só pra chegar ao diagnóstico, ao meu direito de dar o nome à doença.

E por falar em direito, você sabia que tem o direito de estar bem?

Lembro que nos meus dias com sintomas diários, muitas vezes me sentia desesperançosa e sem nenhuma energia para procurar alívio. É fácil imaginar: vamos sendo sugados pela rotina e quase não sobra tempo pra priorizarmos nossa própria saúde.

Eu me sentia assim. Como quem não pode esperar e parar um pouco pra me olhar com mais carinho e tratar a minha urticária.

Na verdade, muitas pessoas como eu enfrentaram um longo percurso de diagnóstico e muitas vezes receberam até mesmo diagnósticos errados e tratamentos ineficazes para seus sintomas. E daí foram se acostumando com uma rotina diária de sintomas, que está longe de algo que podemos nos conformar. 

Os sintomas da urticária incomodam muito e cada um dos pacientes que enfrentam a doença tem o direito de viver dias melhores.

Neste Primeiro de Outubro quero convidar todos para um exercício de prioridade: se veja primeiro, retome sua esperança e procure por um acompanhamento médico.

Urticária tem tratamento e você pode viver livre dos sintomas.

 

Compartilhe!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Scroll to Top