Conheça 10 mudanças nos seios durante o sexo

Quando fazemos sexo, é uma experiência para todo o corpo. Não são apenas os genitais que reagem à estimulação e ao fluxo sanguíneo; da cabeça aos pés, todo o seu corpo sofre uma resposta fisiológica. Esses efeitos podem ser observados em uma das principais zonas erógenas, as mamas.

Embora você provavelmente já esteja ciente de que os mamilos ficam eretos quando excitados, não é aí que a diversão termina. Desde mudar de forma e cor até experimentar maior sensibilidade e até ajudar no orgasmo, aqui estão 10 maneiras pelas quais seus seios mudam e respondem durante o sexo.

  1. Seus seios ficam mais sensíveis

Uma vez que a excitação começa a aparecer, porque seus seios são uma zona erógena, eles imediatamente se tornam mais sensíveis ao toque.

“O toque nos seios e nos mamilos – inclusive com a boca ou brinquedos sexuais – pode parecer mais intenso, mais sexual/erótico e de outras maneiras durante o sexo”, de acordo com Carol Queen, sexóloga da Good Vibrations. “Todos esses são efeitos da excitação, uma vez que as mudanças corporais durante a excitação tendem a afetar fortemente o fluxo sanguíneo, nossa neurologia e nossos músculos”.

Na verdade, a razão para mamilos eretos é porque a excitação estimula os pequenos músculos em nossos mamilos, explica ela.

  1. Seus seios ficam maiores

O corpo passa por quatro fases distintas durante o sexo: excitação, platô, orgasmo e resolução. É durante a fase de platô que o corpo passa pelo processo de ingurgitamento, com o sangue fluindo e “enchendo” a área em antecipação ao orgasmo, diz Queen.

  1. A aréola incha

Não apenas seus seios aumentam de tamanho durante o sexo, mas também a aréola. “Nem todo mundo notará o mesmo grau de inchaço, mas quando ingurgitada, a área geralmente é mais sensível”, diz Queen. “Então essa parte dos seios, que são altamente inervados, também pode parecer muito mais sensível do que o normal quando estamos sexualmente excitadas”.

  1. Seus seios liberam ‘suor perfumado’

Para ser mais específico, as glândulas apócrinas, glândulas odoríferas localizadas na aréola, liberam feromônios, também conhecidos como suor perfumado. Embora você provavelmente não sinta o cheiro de nada, você e seu parceiro serão capazes de detectar os feromônios e a liberação pode torná-los ainda mais sexualmente atraídos um pelo outro. “Esses gatilhos químicos podem nos afetar potencialmente, mesmo que não possamos cheirá-los diretamente”, diz Queen.

  1. Seus seios dizem ao seu cérebro para liberar ocitocina

Quando os seios são acariciados, com a mão ou a boca, a estimulação do mamilo envia uma mensagem ao cérebro, desencadeando a liberação do neurotransmissor ocitocina. Esse efeito “corpo inteiro” do sexo – também inclui o cérebro, diz Queen. A ocitocina, também conhecida como hormônio do amor, é um componente importante na criação de um vínculo emocional durante o sexo.

  1. Seus seios podem ajudar a alcançar um orgasmo

Não apenas os orgasmos nos mamilos são possíveis, mas a estimulação dos mamilos pode aumentar a excitação sexual, aumentando a probabilidade de orgasmo clitoriano. Queen descreve a dupla excitação das zonas erógenas da mama e do clitóris como criando potencial para o “orgasmo misto”. “Estimular duas zonas erógenas juntas aumenta a excitação, envolve mais nervos e torna o orgasmo mais fácil de alcançar e/ou mais forte”, diz ela.

  1. Seus mamilos podem mudar de cor

A combinação de bombeamento de estrogênio pelo corpo e estimulação dos vasos sanguíneos pode fazer com que os mamilos e a aréola pareçam mais rosados ou mais escuros e criem um “fluxo sexual” nos seios, explica Queen. Isso geralmente ocorre simultaneamente com o rubor facial.

  1. Seus seios podem ficar mais sensíveis – de uma maneira dolorosa

De acordo com Queen, para alguns, a “resposta neural aumentada” durante a excitação pode tornar os seios excessivamente sensíveis, de modo que a estimulação direta pode parecer demais. “Essa resposta também pode sinalizar que a pessoa não está totalmente excitada ou que seu parceiro tem um toque desajeitado – então ela é sensível, não está sendo tocada da maneira que gosta”, diz Queen.

  1. Seus peitos podem ter mais sensações

Uma vez excitada, é possível que você possa suportar uma estimulação maior do que antes da excitação. Quando se trata de brincar com o peito, alguns gostam de sensações mais intensas, como agarrar, apertar e morder. “Dado que a excitação ajuda a bloquear a dor em geral, como quem usa um vibrador para acabar com as cólicas menstruais, na verdade não é tão surpreendente”, diz Queen. “Esta também é uma razão pela qual as pessoas que gostam de fetiches sexuais podem gostar de brincadeiras intensas com os seios.

  1. Seus mamilos podem vazar leite ou líquido parecido com leite

Embora isso ocorra mais comumente quando alguém está amamentando, uma secreção do mamilo também pode acontecer fora desse contexto, de acordo com Queen. “Pode ser mais provável que isso aconteça quando a brincadeira de peito inclui chupar e/ou apertar – e alguns parceiros acham muito erótico”, diz ela.

Leia também no site da CDD:

Tradução e adaptação: Equipe da Crônicos do Dia a Dia (CDD)
Fonte: Bustle
Escrito por Amanda Chatel, publicado originalmente em 9 de outubro de 2015,  atualizado em 20 de julho de 2021.

Compartilhe!!!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima