A fisioterapia pode ajudar a…

– Melhorar a postura;

– Diminuir dores;

– Prevenir lesões;

– Tratar e prevenir dores crônicas;

– Controlar distúrbios do sono;

– Melhorar doenças respiratórias;

– Manutenção de disfunções urinárias;

– Promover a autoestima;

A maioria das pessoas associa a fisioterapia somente aqueles exercícios necessários após lesões musculares, cirurgias ou recomendados para pessoas idosas. E no Brasil ainda temos uma ideia de que fisioterapeuta é massagista. Mais saiba que a fisioterapia vai muito além disso e pode ajudar você, que tem um diagnóstico de uma doença crônica, no seu dia a dia.

Com o intuito de preservar, desenvolver, reabilitar e manter o bom funcionamento dos sistemas internos ou externos, a fisioterapia atende à saúde geral da pessoa em suas diversas necessidades, mas nem sempre é reconhecida ou valorizada.

Como profissão, a fisioterapia nasceu no século XX, no período de guerras. Como havia um elevado número de soldados feridos, debilitados, amputados e, por isso, impedidos de prosseguir com suas atividades — desde trabalhar, até tomar banho ou comer —, viu-se a necessidade de um intervenção terapêutica.

No Brasil, a fisioterapia teve início na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, em 1929. Apesar da atuação ter iniciado cedo, foi somente em 1951 que foi planejado e criado o primeiro curso de formação profissional em fisioterapia, pelo Dr. Rolim.

Atualmente os profissionais de fisioterapia precisam ter formação universitária e registro no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefitto) para atuar. Sempre que você for buscar um tratamento, busque com um profissional!

O profissional de fisioterapia pode ter as seguintes especializações:

  • – Acupuntura
  • – Eletroacupuntura
  • Fisioterapia aquática
  • – Dermatofuncional
  • – Fisioterapia do trabalho
  • – Fisioterapia esportiva
  • – Neurofuncional
  • Atenção especializada ao Idoso
  • Eletrofisioterapia
  • – Onco-funcional
  •  Osteopatia
  • Quiropraxia
  •  Pneumofuncional (fisioterapia respiratória)
  • Uro-ginecofuncional
  • Atuação na gestação
  • Pilates
  • Cardiologia e fisioterapia respiratória na Terapia Intensiva
  • Traumato-ortopédica

Quando procurar um profissional?

Você deve procurar um profissional da fisioterapia  quando apresentar alguma condição de debilidade física, com dificuldade para realizar atividades rotineiras em casa ou no trabalho. Não espere a dor aumentar, a patologia evoluir para procurar a pessoa que pode te ajudar também a prevenir possíveis perdas funcionais.

Essas restrições podem ser causadas por dores ou limitação física, comprometendo a rotina e qualidade de vida do paciente.

Também é importante recorrer à fisioterapia em casos de dores constantes, sejam elas em qualquer intensidade.

Além disso, segundo o profissional, a fisioterapia age na prevenção desses problemas. Portanto, não espere a dor, lesão ou patologia se apresentar para consultar um especialista.

 

Redação CDD

 

Compartilhe!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email