Segundo a última edição da pesquisa ‘Visível e Invisível: A vitimização de mulheres no Brasil‘, 9 mulheres foram vítimas de agressão por minuto em 2018. O estudo também aponta que 536 mulheres foram vítimas de agressão física a cada hora no ano passado.

Com o objetivo de ajudar as mulheres que sofrem todos os tipos de violência, a organização AzMina criou o aplicativo PenhaS.

A plataforma é dividida em 3 áreas. Uma delas é o EmpoderaPenha, um espaço com informações básicas sobre direitos das mulheres e que apresenta um mapa das delegacias da mulher de todo o Brasil, além dos diferentes serviços de atendimento à mulher em situação de violência e um feed com notícias sobre violência contra a mulher.

Já o DefendePenha funciona como um chat, que tem como objetivo que as mulheres se ajudem, contando suas histórias e trocando informações.

A terceira área do aplicativo é chamada de GritaPenha, que funciona como um pedido urgente. Essa função permite que a mulher cadastre até 5 números de sua confiança, que serão acionados por SMS quando for necessário. A funcionalidade também permite que, no momento da violência, uma gravação de áudio seja feita para que a vítima possa ter provas para quando realizar a denúncia.

O aplicativo está disponível tanto para Android como para iOS.

Leia a matéria original: https://observatorio3setor.org.br/noticias/aplicativo-permite-que-mulheres-pecam-ajuda-em-caso-de-violencia/?fbclid=IwAR3ezqUcZsMQKtW07rfcPn-P10Vmyg2wAhx65do7Wjx4-0-5jPsNak0uEr4

Compartilhe!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email