Todos os dias eu acordo e torço que ao me olhar no espelho  não me  veja com uma nova crise aparente em meu rosto, eu torço para que eu consiga olhar para a imagem refletida e achar beleza externa nela, não só defeitos.

Quando me deparo com ela (crise), a primeira coisa que eu penso: Quero voltar pra cama, ficar aqui, chorar e perguntar para o nada, porque, porque, porque??? Sinto um vazio…

Eu cansei um pouco desse ciclo e quando consigo, respiro fundo, fecho os meus olhos e penso: Eu consigo!

Me arrumo com um descontentamento  tentando entender como que cheguei até ela (crise), e mais uma vez não encontro respostas exatas, apenas achismos, pode ter sido isso, pode ter sido aquilo….

Tem muitas coisas que passam na minha cabeça, mas uma coisa é persistente : E se eu não melhorar??Além de uma constante ansiedade de querer melhorar logo, de esperar essa melhora acontecer, me olho toda hora para ver se piorou, me sinto incomodada comigo mesma e quando me olham, acho que estão vendo só para o quanto feia e esquisita eu estou. O meu olhar muda, eu não consigo encarar a mim mesma e nem as pessoas direito, auto confiança e auto estima, extremamente fragilizadas…

Vai além de só efeitos físicos, são muitos danos emocionais também.

Me sentir de todas essas formas, por mais estranho que pareça  me motiva a tentar não me esconder, a ter coragem para sair, a não escolher roupas que tampem minhas feridas, pois quando eu penso: E se eu não melhorar? Logo determino que não quero viver uma vida  e muito menos “acreditando” que a única beleza que eu tenho para oferecer é externa, sendo que também quando falamos de beleza, isso é muito relativo.

Compartilhe!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email