Dicas para proteger sua pele com Dermatite Atópica no verão

Os meses de verão podem ser difíceis para pessoas com dermatite atópica. O cloro, o calor e a umidade podem causar eczemas. Além disso, o descumprimento dos regimes de cuidados com a pele devido a mudanças nas rotinas de verão, viagens e uso de produtos de hotel pode agravar até mesmo a doença de pele mais calma.

Compartilhe essas dicas para ajudar quem convive com DA a manter a pele atópica sob controle no calor do verão e interromper as crises antes de começarem.

DICAS:
  • Enxágue bem a pele após nadar. O cloro e a água salgada podem ressecar a pele. Banhos depois de nadar em piscinas cloradas podem ajudar a reter os óleos naturais da pele.
  • Evite banheiras de hidromassagem. Rachaduras e fissuras na pele atópica podem ser infectadas em banheiras de hidromassagem com Staphylococcus e Pseudomonas. Evite banheiras de hidromassagem, mesmo que afirmem que as banheiras foram limpas.
  • Use seus próprios produtos. Muitos sabonetes e géis de banho disponíveis em hotéis e resorts são extremamente ressecantes e podem conter ingredientes que podem irritar a pele atópica.
  • Não mude de cremes espessos para loções mais leves só porque é verão. Lembre que uma loção leve não oferece as mesmas propriedades oclusivas e umectantes que os cremes mais espessos, embora não sejam tão fáceis de aplicar e possam parecer espessos e pegajosos na pele com a umidade.
  • No caso de uma crise de eczema ativo, esteróides tópicos devem ser usados ​​e a exposição ao sol deve ser evitada. Os esteróides tópicos são o tratamento mais eficaz quando usados ​​corretamente. No entanto, qualquer ocorrência de hipopigmentação como resultado do seu uso torna-se mais evidente se a pele ficar bronzeada ao redor da área de tratamento.
  • Use protetor solar físico. Isso parece óbvio, mas a maioria dos bloqueadores químicos – até mesmo as formulações feitas para bebês – podem queimar na pele rachada e inflamada. Em vez disso, enfatize aos seus pacientes que eles usam um bloqueador físico feito de dióxido de titânio puro ou óxido de zinco na pele inflamada.
  • Os esteróides orais e o sol não se misturam. Os esteróides orais podem ser fotossensibilizadores potentes. Se forem necessários, a exposição aos raios ultravioleta deve ser evitada.

 

 

Fonte: https://www.mdedge.com/dermatology/article/85828/aesthetic-dermatology/summer-care-atopic-skin

Dr. Talakoub e Dr. Wesley são co-contribuintes para uma coluna mensal de dermatologia estética na Skin & Allergy News. O Dr. Talakoub trabalha em consultório particular no McLean (Va.) Dermatology Center. O Dr. Wesley pratica dermatologia em Beverly Hills, Califórnia. A coluna deste mês é do Dr. Talakoub.

Tradução e adaptação: Redação CDD

Compartilhe!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Scroll to Top