O que você precisa saber sobre ataques de asma de tempestade

Causas, sintomas e o que fazer quando o tempo virar bruscamente e você sentir que terá um ataque de asma de tempestade

 

A “asma de tempestade” ocorre quando a contagem de pólen da grama é alta e uma tempestade severa desencadeia um ataque de asma ou sintomas de asma. Em 2016, uma forte tempestade ocorreu na cidade de Melbourne, na Austrália, e causou o que foi chamado de “evento de asma em massa”. Este evento de asma de tempestade resultou em nove mortes causadas por ataques de asma e gerou cerca de 8.500 visitas a departamentos de emergência.

A gravidade desses surtos de asma destacou o fenômeno conhecido como “asma de tempestade”.

O que causa a asma de tempestade?

Eventos de asma por tempestade são raros. Eles ocorrem quando há uma alta concentração de alérgenos respiratórios no nível do solo, o que inclui pólen de grama ou esporos de mofo.

Tempestades são comuns em muitas partes do Brasil durante os meses de primavera e verão. Isso pode se relacionar com a estação do pólen da grama, onde as contagens de pólen podem estar em seu nível mais alto. Pacientes com alergia ao pólen de algumas gramíneas parecem particularmente vulneráveis.

Frequentemente, muitos alérgenos respiratórios são grandes demais para inalar e os pelos no nariz conseguem te proteger. No entanto, as tempestades criam um conjunto único de fatores climáticos. Eles permitem que o pólen, os esporos de fungos e outros alérgenos sejam inalados com mais facilidade. A chuva forte satura os alérgenos e os separa em partículas ainda menores. A alta umidade causa a ruptura dos grãos de pólen das gramíneas. Então, fortes ventos de tempestade dispersam essas partículas no ar. Dessa forma, os alérgenos são aerossolizados (ou seja, o material é dispersado no ar), e isso cria um conjunto perfeito para desencadear um ataque de asma.

Quais são os sintomas da asma por tempestade?

Quando inalados por alguém com asma alérgica, o pólen e os esporos de fungos podem inflamar as vias respiratórias e causar um súbito aumento dos sintomas de asma, como:

  • Tosse
  • Respiração ofegante
  • Aperto no peito
  • Falta de ar

Mesmo alguém com alergias leves pode ter problemas respiratórios durante tempestades.

Por que a asma por tempestade pode ser fatal?

Durante uma tempestade, algumas pessoas com asma não estão preparadas para o início súbito e a gravidade dos sintomas. Os alérgenos respiratórios são um gatilho conhecido da asma. No entanto, a aerossolização desses alérgenos pode criar uma resposta mais potente nas vias aéreas.

Com uma chuva normal, geralmente há muito pólen no ar quando o vento aumenta. Mas o pólen está tão saturado e pesado que retorna ao solo e fica imóvel, causando poucos problemas. Mas com tempestades, os ventos são muito mais fortes e o pólen permanece no ar por mais tempo. Isso aumenta o risco de inalar alérgenos.

A asma de trovoada acontece em outros países?

Nos Estados Unidos, tempestades de asma são incomuns. Casos graves foram relatados na Austrália, Inglaterra e Itália ao longo dos anos. Provavelmente houve casos nos Estados Unidos, mas não na escala vista em Melbourne.

Um estudo regional da cidade de Atlanta, Geórgia, mostrou um aumento de 3% no uso de serviços de emergência por pessoas com asma após tempestades. Portanto, embora incomum, representa um risco para quem vive nos Estados Unidos. É provável que a asma por tempestade seja mais prevalente do que atualmente se reconhece.

A mudança climática pode ser responsabilizada pela asma por tempestades?

O impacto das mudanças climáticas é uma ameaça crescente à saúde respiratória em todo o mundo. Isso inclui o risco representado pela asma por tempestade. A mudança do clima afeta o início, a duração e a potência das temporadas de alergia ao pólen. A mudança climática também pode levar a eventos climáticos mais extremos, incluindo tempestades. Essas tempestades podem ser mais intensas com chuvas mais fortes e ventos mais fortes.

Máscaras faciais podem ser usadas para prevenir sintomas de asma por tempestade?

Usar uma máscara facial quando estiver ao ar livre durante tempestades pode ajudar você a não respirar pólen e esporos de mofo. No entanto, o papel das máscaras faciais na redução dos sintomas de asma por tempestade não foi estudado pelos pesquisadores. É melhor ficar em casa durante e após as tempestades.

Como é o tratamento da asma por tempestades?

Siga o seu plano de ação para asma em relação ao uso de seus medicamentos de alívio rápido e manutenção. Ligue para seu médico ou para o número de emergência se seus sintomas não responderem ao tratamento.

Como prevenir a asma de tempestade?

  • Faça um teste. Converse com seu médico e descubra se você é alérgico a pólen ou esporos de mofo. Pode ser necessário fazer um simples exame de pele ou sangue para ter certeza. Se for determinado que você tem alergia a pólen ou mofo, medidas apropriadas podem ser tomadas para controlar as alergias. Existem técnicas de prevenção e medicamentos que tornam as alergias controláveis.
  • Tome seus medicamentos preventivos. Se você tem asma alérgica, certifique-se de tomar seus medicamentos preventivos para alergia conforme as instruções. Isso é particularmente importante antes e durante a temporada de pólen das gramíneas.
  • Tenha um plano de ação para asma atualizado. Este plano vai explicar como controlar sua asma diariamente e o que fazer quando seus sintomas de asma piorarem. Certifique-se de ter sempre à mão os seus medicamentos para a asma. Isso inclui inaladores de alívio rápido e de manutenção.
  • Certifique-se de que sua asma está sob controle. Especialmente se você tem asma grave, entenda que você corre mais risco de consequências adversas. É por isso que você deve trabalhar em conjunto com a sua equipe médica para controlar a asma.
  • Fique dentro de casa durante uma tempestade. Certifique-se de manter as janelas fechadas. Se você estiver ao ar livre durante ventos fortes, tomar banho e lavar suas roupas ajudará a remover o pólen.

Para pessoas com alergias que apresentam problemas respiratórios durante ou após tempestades, converse com seu médico sobre a possibilidade de você ter asma não diagnosticada.

 

Fonte: Allergy & Asthma Network

Tradução e adaptação: Redação CDD – Crônicos do Dia a Dia

Compartilhe!!!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no email

2 comentários em “O que você precisa saber sobre ataques de asma de tempestade”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima