UM OLHAR
PODE SIGNIFICAR
MUITO

Ele pode te incentivar, te comover, revelar muito sobre cada pessoa. E ele pode falar muito mais do que você imagina.
Com os olhos bem abertos, vamos, juntos, falar da importância de cuidar da saúde da sua visão.
Porque Um Olhar Diz Tudo.

O QUE O SEU OLHAR ESTÁ DIZENDO?

O corpo humano é um sistema inteligente, complexo e interligado. Para seu pleno funcionamento são necessários cuidados e atenção.

Alguns sinais e sintomas, por exemplo, podem ser alertas para condições graves – como é o caso da doença ocular da tireoide (DOT).

É PRECISO UM NOVO OLHAR.

Com o objetivo de chamar a atenção para o Dia Mundial da Visão (13 de outubro) e o Mês de Conscientização sobre a Doença Ocular da Tireoide (DOT), em novembro, a associação Crônicos do Dia a Dia (CDD) traz a iniciativa #OOlharDizTudo.

O SHOPPING CIDADE SÃO PAULO ESTÁ GANHANDO UM NOVO OLHAR

O painel de LED da fachada do empreendimento exibirá, nos dias 13 de outubro e 25 e 26 de novembro, olhos de pessoas de todos os tipos e gêneros. Olhares diversos vão retratar todos os tipos de expressões. E o seu, pode ser um deles.

O objetivo da iniciativa é elevar a conscientização a respeito da doença ocular da tireoide (DOT).

Siga a hashtag #OOlharDizTudo e as redes sociais da CDD para ficar por dentro.

PARA PARTICIPAR
É MUITO SIMPLES.

FAÇA UM VÍDEO OU FOTO DOS SEUS OLHOS
DE FRENTE PARA A CÂMERA.

PUBLIQUE NAS REDES SOCIAIS
USANDO A #OOlharDizTudo.

DEIXE O SEU PERFIL PÚBLICO
PARA QUE A GENTE POSSA VER SUA FOTO.

SUA FOTO PODE APARECER NO TELÃO.
O TIME DA CDD VAI ENTRAR EM CONTATO E DAR INFORMAÇÕES SOBRE QUANDO ISSO PODE ACONTECER.

PREENCHA O
FORMULÁRIO

Clique ou arraste um arquivo para esta área para fazer upload.

ASSIM, CHAMAMOS A ATENÇÃO PARA A
IMPORTÂNCIA DA SAÚDE OCULAR E
AUMENTAMOS A CONSCIENTIZAÇÃO DA
DOENÇA OCULAR DA TIREOIDE.

ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS

CURTA-METRAGEM
"POR UM NOVO OLHAR"

O filme reflete o dia-a-dia de quem convive com a doença e foi produzido pelo Instituto Renascimento.

Assista e não perca esse olhar sobre DOT.

O QUE É A DOENÇA
OCULAR DA
TIREOIDE (DOT)?1,2

É uma condição rara, progressiva e crônica, na qual o sistema imunológico ataca o tecido muscular e a gordura presente atrás dos olhos, e isso causa inflamação e inchaço na região.

A DOT é comumente associada à doença de Graves, caracterizada pela produção desordenada de hormônios da tireoide. Isso porque cerca de um terço dos pacientes diagnosticados com a condição na glândula acaba desenvolvendo o problema nos olhos, o que explica o nome da enfermidade.

Embora a maioria das pessoas com DOT (90% destes) tenha hipertireoidismo concomitante, ela também pode ocorrer em pessoas com a tireoide normal ou com hipotireoidismo (10% dos casos de DOT).

ELA TAMBÉM PODE
SER CONHECIDA COMO:

  • Oftalmopatia de Graves
  • Orbitopatia de Graves (OG)
  • Orbitopatia tiroideia (OT)
  • Oftalmopatia tiroideia

Os fatores de risco associados ao desenvolvimento de DOT incluem o sexo feminino, idade, genética, doenças da tireoide, terapia com iodo radioativo e o tabagismo, que aumenta o risco de desenvolvimento da doença entre 7 a 8 vezes3.

A prevalência de pessoas com DOT não é conhecida, mas estima-se que a condição afete 16 a cada 100 mil mulheres na população mundial e 2,9 a cada 100 mil homens. Embora seja mais frequente em mulheres, a forma mais grave da doença é mais comum em homens idosos3.

CONHEÇA OS PRINCIPAIS SINAIS E SINTOMAS DA DOENÇA OCULAR DA TIREOIDE1,2

COMO DIAGNOSTICAR A DOENÇA2

O diagnóstico deve ser clínico, ou seja, realizado por meio de um exame detalhado com médico oftalmologista especialista em cirurgia plástica ocular.

É possível complementar a investigação com exames de sangue para avaliar a função tireoidiana e de imagem. A tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética podem disponibilizar informações mais precisas.

O diagnóstico precoce é essencial para um melhor manejo da doença. Em caso de suspeita, procure um oftalmologista ou endocrinologista para mais orientações.

PESSOAS COM A
DOENÇA OCULAR
DA TIREOIDE

PRECISAM DE CUIDADO
MULTIDISCIPLINAR¹

O cuidado adequado traz importantes benefícios para quem convive com DOT e reduz o impacto da doença.

A condição é mais bem avaliada e gerenciada com uma abordagem multidisciplinar entre endocrinologistas e oftalmologistas especializados no tratamento.

IMPACTO DA DOENÇA

Por afetar a visão, a DOT abala a qualidade de vida. Devido a isso, é constantemente associada a pioras no estado psicológico e emocional. 

Estudos indicam que pelo menos 52% das pessoas diagnosticadas registram perda da autoestima e confiança4, o que impacta até 42% deles com crises de ansiedade e depressão e 62% nas habilidades psicossociais5.

INFORMAÇÃO PARA
VOCÊ FICAR DE OLHO

Para que todos tenham informações relevantes sobre a DOT, a CDD está lançando o e-book “Conheça a DOT”, com informações detalhadas sobre sinais e sintomas, as fases da doenças e seu diagnóstico. Acesse e compartilhe esta iniciativa.

REFERÊNCIAS

1. Bartalena L, et al. The 2016 European Thyroid Association/European Group on Graves’ Orbitopathy Guidelines for the Management of Graves ‘ Orbitopathy. Eur Thyroid J. 2016;5(1):9-26.

2. McKeag D, et al. Clinical features of dysthyroid optic neuropathy: a European Group on Graves’ Orbitopathy (EUGOGO) survey. Br J Ophthalmol. 2007;91(4):455-458.

3. (McAlinden C. An overview of thyroid eye disease. Eye Vis (Lond). 2014 Dec 10;1:9.

4. Park JJ, Sullivan TJ, Mortimer RH, Wagenaar M, Perry-Keene DA. Assessing quality of life in Australian patients with Graves’ ophthalmopathy. Br J Ophthalmol. 2004;88(1):75-78.

5. Ponto KA, Pitz S, Pfeiffer N, Hommel G, Weber MM, Kahaly GJ. Quality of life and occupational disability in endocrine orbitopathy. Dtsch Arztebl Int. 2009;106(17):283-289.

REALIZAÇÃO CDD
APOIO Horizon Therapeutics
Rolar para cima