DPOC

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

O que é DPOC?

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é um termo genérico usado para descrever doenças pulmonares progressivas, incluindo enfisema, bronquite crônica e asma refratária (não reversível). Esta doença é caracterizada por aumento da falta de ar.

A DPOC é uma doença progressiva e (atualmente) incurável, mas com o diagnóstico e tratamento corretos, há muitas coisas que você pode fazer para controlar a DPOC e respirar melhor. As pessoas podem viver por muitos anos com a DPOC e aproveitar a vida.

Fonte: Chronic Obstructive Pulmonary Disease Foundation

Um exame de espirometria mede quão bem os pulmões estão trabalhando. É um exame simples e fácil que pode ajudar a diagnosticar a DPOC . 

Uma pessoa pode ter Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), mas não perceber os sintomas até que esteja no estágio moderado. E é por isso que é importante perguntar ao seu médico sobre realizar um teste de espirometria, se você é um fumante ou ex- fumante, foi exposto à substâncias irritantes pulmonares prejudiciais por um longo período de tempo, ou têm uma história de DPOC em sua família, como ALPHA -1 DPOC relacionada à DEFICIÊNCIA DE antitripsina.

A espirometria é um exame simples e não invasivo usado para diagnosticar a DPOC. Quando você fizer o exame, você será instruído a soprar todo o ar de seus pulmões em um bocal conectado a uma máquina conhecida como espirômetro .

A máquina calculará dois números: a quantidade de ar que você sopra no primeiro segundo e a quantidade de ar que você sopra em 6 segundos ou mais.

Esses números são representados como FEV 1 e FVC (às vezes, o FEV 6 é usado). FEV1 representa o Volume Expiratório Forçado no primeiro segundo – a quantidade de ar que você exalou no primeiro segundo de sopro. FVC significa capacidade vital forçada – a quantidade de ar que você exalou em uma respiração inteira.

Um exame de espirometria também pode mostrar ao seu médico o quão grave pode ou não ser sua DPOC . Existem vários estágios da DPOC . A extensão da sua DPOC é classificada em 4 estágios diferentes que são definidos pelos seus sintomas e pelos resultados do seu exame de Espirometria, são esses graus: leve, moderada, grave e muito grave.

Os estágios não determinam quanto tempo você pode esperar viver, ou em muitos casos, como drasticamente seus sintomas estão afetando sua qualidade de vida. As etapas são projetadas para ajudar seu médico a prescrever seu protocolo de tratamento . Para determinar em que estágio você está, seu pneumologista, baseado nos seus sintomas, pode administrar um ou mais exames pulmonares.

Se você tiver algum destes sintomas, corre o risco de desenvolver DPOC .

Qualquer pessoa com esses sintomas deve fazer o exame:

  • Tem uma história de tabagismo
  • Tem exposição a longo prazo aos poluentes atmosféricos (incluindo poluição e fumo passivo) 
  • Tem tosse crônica com ou sem expectoração
  • Apresenta chiado
  • Tem falta de ar que piorou com o tempo
  • Não consegue acompanhar pessoas da sua idade

Deixar os sintomas mal diagnosticados, não tratados ou sub tratados pode piorar mais rapidamente do que se fossem tratados com medicação e terapia adequadas. 

Muitos adultos são diagnosticados incorretamente com asma. 

Fornecer um diagnóstico adequado significa que os indivíduos receberão os tratamentos certos e monitoramento de acompanhamento. Ainda não há cura para a DPOC, mas os tratamentos estão disponíveis para ajudar as pessoas a viver melhor.

É fácil pensar em falta de ar e tosse como parte normal do envelhecimento, mas estes podem ser sinais de DPOC . É por isso que é importante conversar com seu médico assim que notar algum desses sintomas. A DPOC pode progredir por anos sem falta de ar perceptível. Pergunte ao seu médico sobre a prescrição de um TESTE DE ESPIROMETRIA .

Os sintomas da DPOC podem ser diferentes para cada pessoa, mas os sintomas comuns são:

  • Aumento da falta de ar
  • Tosse freqüente (com e sem muco)
  • Chiado
  • Aperto no peito